SUBMIT


  close
Dia e semana complicados Na semana passada, a B3 conseguiu reagir e encerrou a semana com valorização de 2,53%, com índice em 85.220 pontos, depois de ter atingindo 86.400 pontos. Seguimos comportamento externo de alta, com o mercado americano valorizando acima de 2,0%. No Brasil, destaque positivo para Vale e Petrobras. O dólar vazou a cotação de R$ 3,61, encerrou o período com valorização de 2,13%, cotado a R$ 3,60. Tal postura do dólar obrigou o Bacen a anunciar mudanças no volume de swap cambial e isso deve provocar ajustes na sessão de hoje. Durante o final de semana, tivemos ataques terroristas reivindicados pelo Estado Islâmico, inclusive na França, com declarações de Macron que não vai ceder ao terrorismo. Macron conversou com o Trump sobre desestabilização do Oriente Médio. Trump também parece estar chegando a bom termo nas negociações com a China no que tange a sobretaxa imposta e com relação a empresa chinesa ZTE. Na Argentina, a ida do país ao FMI para tentar domar a escalada do dólar pode dificultar a reeleição de Macri e temos problemas com a eleição no México. Na Itália, os partidos cinco estrelas e Liga Norte parece chegar a um consenso sobre programa de governo e podem anunciar ministros para compor o governo de coalisão. Hoje mercados em alta na Ásia, Europa mostrando quedas e índice futuro do mercado americano em alta. No Brasil, deveria ser oportuno voltar ao patamar de 86.400 pontos, mas o dia é de vencimento descasado de opções, o que agrega volatilidade e disputas entre comprados e vendidos. Na sequência dos mercados no exterior, o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 0,16%, com o barril cotado a US$ 70,81. O euro era transacionado em alta para US$ 1,199 e notes americanos de dez anos com taxa de juros de 2,98%. O ouro e a prata com leve queda na Comex e commodities agrícolas com viés negativo. A criptomoeda Bitcoin operava em queda de 2,90% e cotada a US$ 8375. Internamente, a pesquisa Focus veio mostrando inflação em queda para 3,45% (anterior em 3,49%) e PIB em boa contração para 2,51%, vindo de 2,70% na pesquisa anterior. O dólar subiu para R$ 3,40. O Juiz Sérgio Moro mandou abrir inquérito contra o ex-governador Beto Richa por corrupção. O novo ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, aceita negociar mais setores fora da reoneração da folha de pagamentos, falando entre 15 e 18 setores dos 56 setores que desfrutam hoje de reoneração. Vamos ter pesquisa eleitoral que deve mexer com os mercados. Na sequência, ainda no cenário local, os DIs começaram o dia com juros em queda, mas já operam em alta e dólar em queda de 0,54%, cotado a R$ 2,581. Na B3, expectativa é de seguir comportamento em alta, mas o dia é de instabilidade em função do vencimento e exercício de opções. Bom dia e bons negócios. Alvaro Bandeira Economista-Chefe Home Broker Modalmais Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado Lembre-se de se inscrever em nosso canal para acompanhar nossos vídeos! Deixe seu like, comente e ative as notificações para ser sempre lembrado sobre novos conteúdos. Aproveite e conheça as vantagens da modalmais e abra sua conta gratuitamente em: https://goo.gl/FMxWmE Siga a modalmais também em nossas redes sociais: Facebook: https://www.facebook.com/modalmais/ Instagram: https://www.instagram.com/modalmais/ Twitter: https://twitter.com/modalmais